Imagina a seguinte cena: você está no LinkedIn buscando pessoas para se conectar e se depara com um perfil cujo cargo é descrito pela sigla CFO da Companhia XPTO. Você entenderia de primeira que essa pessoa é a responsável pela direção financeira da empresa ou precisaria pesquisar?

Essa profissional tem um cargo C-Level, ou seja, uma pessoa com cargo de liderança, muitas vezes executiva, que exerce uma grande influência e poder de tomada de decisão na organização. A letra C que é vista na inicial dessas siglas, significa Chief, chefe em português, mas pode ser considerado por aqui um Gestor ou um Diretor.

Nesse texto, reunimos alguns dos principais C-Levels para te explicar quais as características de cada um e entenda se você é um ou se já possui um C-Level na sua empresa! Isso também vai ter ajudar muito no cadastro do seu negócio na nossa Vitrine de Negócios!


CEO (Chief Executive Officer)

É a posição de direção executiva. Responsável pela gestão e administração da organização e costuma ter sempre a palavra final em todas as grandes decisões. Muitas vezes é um dos fundadores do negócio.

CFO (Chief Financial Officer)

É quem faz todo o planejamento financeiro da empresa, além de ter poder de decisão sobre investimentos, financiamentos, riscos, sempre com a missão de melhorar e ampliar a empresa. É a pessoa com alto conhecimento financeiro, contábil e visão analítica do negócio.

CTO (Chief Technical Officer) / CIO (Chief Information Officer)

Pessoa responsável pelo uso da tecnologia para crescimento da empresa, decisões estratégicas sobre o uso de tecnologias definição, seleção e aplicação de softwares, equipamentos e procedimentos.

CMO (Chief Marketing Officer)

É a pessoa que fica responsável pela visão estratégica do marketing da empresa, englobando canais de mídia (físicos e digitais), pesquisa de mercado, entendimento do público-alvo, entrega dos produtos ao mercado e assina o plano de marketing da companhia.

COO (Chief Operating Officer)

Sabe o CEO que citamos lá em cima? O COO é o cargo que, caso o CEO falte, assume o comando. Essa pessoa é a diretora de operações, responsável por gerenciar operações e rotina do negócio,  fazendo também procedimentos administrativos e controles operacionais.

CPO (Chief Product Officer)

CPO é o cargo de diretoria de produção. Isto quer dizer que essa pessoa comanda desde a idealização, desenvolvimento, produção, testes e produção de todos os produtos de uma organização.

CHRO (Chief Human Resources Officer)

Traduzindo literalmente, é o Chefe de Recursos Humanos. Tem responsabilidades de executar estratégias de recursos humanos de acordo com a estratégia de negócio, atua na gestão de pessoas, comunicação interna e gerenciamento de mudanças e desempenho. Geralmente é um papel mais visto em empresas de grande porte ou quando o quesito “pessoas” é um recurso diferencial no sucesso da operação do negócio.

Outros cargos C-Levels são o CCO (Chief Communications Officer), CLO (Chief Legal Officer) e CKO (Chief Knowledge Officer), sendo respectivamente responsáveis pela comunicação e relações com imprensa e comunidade; pela proteção legal da empresa e responsável e, por fim, pelo capital intelectual e conhecimento profissional.

E aí, agora ficou mais claro o que é o C-Level e quem são as pessoas que estão nesses cargos? Estes são só alguns dos cargos. Se você quiser conhecer mais ainda, esse artigo da Introduce traz ainda mais nomenclaturas e definições, um verdadeiro glossário.