Para caso de você nunca ter ouvido falar, o crowdfunding (financiamento pela multidão, em tradução literal) é uma forma de financiamento onde quem precisa arrecadar fundos, conta com a colaboração de um coletivo para ter seu projeto viabilizado. É quase como a tradicional “vaquinha”, mas opera por meio de um sistema de doação versus recompensa – que pode ser desde um e-mail de agradecimento até um produto ou brinde, a depender do valor doado. Entre as plataformas mais conhecidas hoje no Brasil estão Benfeitoria, Catarse e Kikante.

Já o equity crowdfunding no Brasil e no resto do mundo é diferente em um aspecto chave: trata-se de crowdfunding baseado em investimento. Assim, quando você aporta dinheiro por meio de uma campanha de equity crowdfunding, ao invés de receber brindes como recompensa, você recebe uma participação real na empresa, assegurando seu direito a uma parte de qualquer sucesso futuro. Ou seja, a atividade dos usuários das plataformas de equity crowdfunding é a de um investidor, em vez de um consumidor de produto. Dessa forma, as pessoas que investem no equity funding procuram lucros financeiros com o objetivo de crescer junto com a empresa investida para atingir rentabilidade no futuro.  Mas, você não precisa ser um investidor profissional para isso! Basta que você tenha os recursos mínimos necessários exigidos pelo financiamento e acredite na causa da startup na qual quer investir. Entre os exemplos de equity crowdfunding mais conhecidos estão: Eqseed, Whales, StartMeUp e Broota.

Apesar do equity funding ser um método de financiamento mais democrático, visto que não é necessário ser investidor profissional para investir, por enquanto, a modalidade se restringe a empresas que se enquadrem no Simples Nacional, ou seja, com faturamento de até 3,6 milhões de reais.

O mais interessante desse sistema de financiamento é que diferente de investir na bolsa onde basicamente você transfere seu dinheiro para outro investidor, no equity crowdfunding as empresas aplicam esse dinheiro diretamente na economia, possibilitando geração de valor e novos empregos. Apesar de ser uma modalidade que está começando a se desenvolver no Brasil,  pode ser uma ótima alternativa tanto para quem precisa do dinheiro quanto para quem quer investir.

 

Fonte: Eqseed e Exame